decanoato de nandrolona venda

R$100,00

Report problem
Processing your request, Please wait....

Informação adicional

EndereçoR. Mal. Deodoro
CidadeSão Paulo
EstadosSão Paulo (SP)
PaísBrasil
Cep11942726195

Decanoato de Nandrolona, para o que é indicado e para o que serve?

decanoato de nandrolona venda como coadjuvante para terapias específicas e medidas dietéticas em várias condições patológicas caracterizadas por um balanço negativo de nitrogênio.
Tratamento da anemia da insuficiência renal crônica, anemia aplástica e anemia devido a tratamentos citotóxicos.
Observação: o tratamento com Decanoato de Nandrolona não substitui outras medidas terapêuticas.

Quais as contraindicações do decanoato de nandrolona venda?

Este medicamento é contraindicado para uso por:
Mulheres grávidas;
Homens com carcinoma prostático ou mamário conhecido ou suspeito;
Pessoas com hipersensibilidade à substância ativa ou a quaisquer dos excipientes, incluindo óleo de amendoim. Decanoato de Nandrolona é, portanto, contraindicado em pacientes alérgicos ao amendoim ou à soja.
Gravidez
Não se dispõe de dados adequados sobre o uso de Decanoato de Nandrolona em gestantes. Considerando o risco de masculinização do feto, Decanoato de Nandrolona não deve ser utilizado durante a gestação. O tratamento com Decanoato de Nandrolona deve ser descontinuado quando ocorre gestação.

Este medicamento é contraindicado para uso durante a lactação.

Não há dados adequados sobre o uso de Decanoato de Nandrolona durante a lactação. Portanto, o produto não deve ser utilizado durante a lactação.

Este medicamento é contraindicado para menores de 3 anos de idade.

Como usar o decanoato de nandrolona venda?

Adultos (incluindo idosos)
Decanoato de Nandrolona deve ser administrado por injeção intramuscular profunda.

Para o tratamento da osteoporose
50 mg a cada 3 semanas.

Como adjuvante a tratamentos específicos e medidas dietéticas em condições patológicas caracterizadas por balanço negativo de nitrogênio
25-50 mg a cada 2 semanas.

Obs.: Para obter o efeito terapêutico ideal é necessário administrar doses adequadas de vitaminas, minerais e proteínas em uma rica dieta calórica.

Para o tratamento da anemia devido a:
Insuficiência renal crônica:
100-200 mg uma vez por semana

Anemia aplástica:
50-150 mg uma vez por semana

Tratamento citotóxico:

200 mg uma vez por semana, iniciando 2 semanas antes do ciclo de tratamento citotóxico. Esse tratamento deve ser continuado durante todo o tratamento citotóxico e em seguida, durante o período de recuperação até que a contagem hematológica tenha retornado aos valores normais.

Após a melhora satisfatória ou normalização do quadro eritrocitário, o tratamento deve ser descontinuado gradativamente com base na monitoração periódica dos parâmetros hematológicos. Se ocorrer recidiva a qualquer momento enquanto a dose estiver sendo diminuída ou depois da interrupção do tratamento, deve-se considerar a sua reinstituição.

Observações

O início do efeito terapêutico pode variar amplamente entre os pacientes. Se não ocorrer resposta satisfatória após 3-6 meses de tratamento, a administração deve ser descontinuada.

Pacientes pediátricos

Não se dispõe de dados suficientes sobre o uso de Decanoato de Nandrolona em crianças e adolescentes. Devem se tomadas precauções no tratamento de crianças pré-púberes.

Quais as reações adversas e os efeitos colaterais do Decanoato de Nandrolona?
Caso ocorram reações adversas associadas aos esteroides anabólicos, o tratamento com Decanoato de Nandrolona deverá ser descontinuado e retomado com doses menores após solucionadas as queixas.

Devido a natureza de Decanoato de Nandrolona, os efeitos indesejáveis não podem ser anulados rapidamente após a descontinuação da medicação. Injetáveis em geral, podem causar reações locais no local da administração.

Condições que necessitam de supervisão

Recomenda-se monitorização dos pacientes, especialmente idosos, que apresentam as seguintes condições:
Tumores – Carcinoma mamário, hipernefroma, carcinoma bronquial e metástases ósseas. Nesses pacientes, a hipercalcemia pode se desenvolver espontaneamente e também durante o tratamento com esteroide anabólico. Essa última pode ser indicativa de uma resposta tumoral positiva ao tratamento hormonal.

No entanto, a hipercalcemia deve, primeiramente, ser tratada apropriadamente e depois da restauração aos níveis normais de cálcio, o tratamento hormonal pode ser retomado.

Condições pré-existentes – Em pacientes com insuficiência cardíaca manifesta ou latente, insuficiência ou doença renal ou hepática, os esteroides anabólicos podem, ocasionalmente, causar complicações caracterizadas por edema com ou sem insuficiência cardíaca congestiva. Nesses casos o tratamento deverá ser interrompido imediatamente.

Pacientes que tiveram infarto do miocárdio, insuficiência cardíaca, renal ou hepática, hipertensão, epilepsia ou enxaqueca devem ser monitorados devido ao risco de deterioração ou reincidência da doença. Nesses casos, o tratamento deve ser interrompido imediatamente.

Diabetes mellitus – Decanoato de Nandrolona pode melhorar a tolerância à glicose em pacientes diabéticos.
Terapia anticoagulante – Decanoato de Nandrolona pode aumentar a ação anticoagulante de agentes cumarínicos.

01/07/2020 15:31

18 dias, 1 hora

Listing ID 1085efccb03736ee 447 visualizações, 0 hoje

Comentários